quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Você sabia que o estresse pode ser útil se você souber controlá-lo?

Saúde


      O estresse não é necessariamente ruim. Ele é para o ser humano o que a tensão é para a corda de um violino: se você deixar a corda frouxa, o som sairá abafado e áspero; se a apertar demais, o som sairá estridente e a corda poderá até se romper. Muito estresse pode matar, mas um pouco pode tornar a vida mais interessante. O segredo é saber controlá-lo. Além disso, a saúde e a personalidade variam de pessoa para pessoa. O que estressa alguém pode não estressar outro. Mas, se em seu dia a dia você fica tão tenso que não consegue relaxar nem lidar com uma emergência, isso indica que seu nível de estresse não é saudável.


      Na tentativa de lidar com o estresse crônico, algumas pessoas recorrem a álcool, drogas ou cigarro. Outras comem compulsivamente ou se tornam sedentárias, passando horas na frente da televisão ou do computador. Esses hábitos não eliminam a causa do estresse e podem até aumentá-lo. Então, como podemos controlar o estresse? Veja a seguir 7 dicas que podem ser usadas para controlar o estresse:

- Conte seus problemas a um parente ou amigo de confiança. Inúmeras pesquisas mostram que, quando temos o apoio de quem amamos, as chances de desenvolver distúrbios relacionados ao estresse são menores;

- Não fique pensando no que pode dar errado. Isso vai deixar você esgotado emocionalmente. E pode ser que o que você teme nunca aconteça;

- Tire tempo para relaxar. Descanse o suficiente;

- Estabeleça o que é mais importante para você e tenha um estilo de vida modesto;

- Se alguém irritar você, tente ficar calmo. Não ponha lenha na fogueira. “Uma resposta, quando branda, faz recuar o furor, mas a palavra que causa dor faz subir a ira”, diz Provérbios 15:1;

- Resolva as diferenças em particular e respeitosamente, sem ferir a dignidade da pessoa;


- Tente compreender os sentimentos e o ponto de vista da pessoa. Isso “torna mais vagarosa a sua ira” porque faz você se colocar no lugar dela. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário